Fome de Poder (2016)

SINOPSE

A história da ascensão do McDonald’s. Após receber uma demanda sem precedentes e notar uma movimentação de consumidores fora do normal, o vendedor de Illinois Ray Kroc (Michael Keaton) adquire uma participação nos negócios da lanchonete dos irmãos Richard e Maurice “Mac” McDonald no sul da Califórnia e, pouco a pouco eliminando os dois da rede, transforma a marca em um gigantesco império alimentício.

 

INFORMAÇÕES

Título Original: The Founder

Direção: John Lee Hancock

Gênero: Biografia, Drama

Nacionalidade: EUA

Duração: 1h 55m

 

 

 

 

 

 

Como havia comentado no post Jobs, finalmente vi o filme Fome de Poder, nele conheci a história de Ray Kroc (Michael Keaton), o responsável por transformar um negócio local em uma gigante oportunidade de negócio. Para ser mais específica o tal negócio se chama McDonalds.

Os irmãos Dick (Nick Offerman) e Mac (John Carroll Lynch) tiveram a ideia de criar uma lanchonete que oferecia um atendimento inovador, além da qualidade impecável dos produtos, a rapidez era uma característica forte e que inevitavelmente chamou a atenção de Ray Kroc.

Foi interessante conhecer o início da empresa McDonalds, os irmãos não eram ambiciosos, eles prezavam muito pela originalidade e qualidade do negócio. Tanto é que Ray kroc teve que argumentar e persistir bastante para vender suas ideias. Deu pra notar que além de um excelente poder persuasivo, Kroc tinha a seu favor a famosa persistência, esse detalhe é exemplificado no longa através de muitas tentativas frustradas de negócios, ele chega até mesmo a ser alvo de um certo deboche, mas obviamente nada o abalou, pelo contrário, só o fez ter uma visão mais aguçada.

98b4ca647db2fb1e311b05f0701c2edd
Ray Kroc festejando o sucesso (Reprodução Filme)

O ator Michael Keaton vestiu muito bem a camisa do personagem, antes de ver o filme procurei muitos vídeos no YouTube sobre a história do McDonalds, em alguns deles têm imagens de Ray Kroc falando sobre o sucesso da marca. Ao ver o seu jeito de se expressar pude notar os trejeitos que mostram seus excessos e a mentalidade ambiciosa.

De vendedor de máquinas de milk shake a dono da maior rede de fast food do mundo, Kroc realmente teve uma trajetória de sucesso, por outro lado não teve atitudes exemplares. Ao chegar na cidade de San Bernardino viu uma lanchonete simples, na qual as pessoas podiam comer os lanches apenas com as mãos, além de notar que o local estava lotado frequentemente.

Quem não iria ficar maravilhado com as ideias dos irmãos McDonalds? Kroc não perdeu a oportunidade de conhecer detalhadamente aquele empreendimento, como eram receptivos e humildes, os irmãos se abriram com o vendedor ambicioso.

É inegável o esforço de Kroc, ele enxergou uma oportunidade de negócio, acreditou nela e correu atrás de seus objetivos, já os irmãos McDonalds apesar de serem talentosos não souberam aproveitar o ouro que tinham em suas mãos, ficaram presos em uma mentalidade limitada. Achei que eles foram muito inocentes ao acreditarem completamente em Kroc. Mesmo quando um deles começou a desconfiar das reais intenções, continuaram empurrando com a barriga todas as situações. No entanto, eles não mereciam passar por todos esses episódios desagradáveis.

6162c67ac3ef4574091af2ee4f125246
Irmãos McDonalds (Reprodução Filme)

O diretor de Fome de Poder foi muito feliz na forma de conduzir a trama, não há justificativas de nenhum lado, a intenção é deixar o público tirar as suas próprias conclusões.

É um filme que merece ser visto por todas as pessoas, além de mostrar a história da marca McDonalds, contém conceitos interessantes sobre o fato de empreender e levanta vários questionamentos, vale ressaltar o principal deles na minha opinião: será que vale tudo no mundo dos negócios?

Vou deixar aqui um link de um vídeo muito engraçado do humorista Murilo Couto  no qual ele deixa a sua visão sobre o filme, não me responsabilizo por spoilers, mas pelo menos o Murilo deixou claro que não deu detalhes demais, a escolha é de vocês! kkkk.

A história do McDonald e sua lição: Seja um filho da puta

Espero que tenham gostado da resenha, um grande abraço e até mais!

 

3 comentários em “Fome de Poder (2016)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s