Nunca notou Granger?

Hermione está andando pelos corredores próximos da biblioteca de Hogwarts e encontra Rony e Harry no meio do caminho. 

– O que vocês estão fazendo aqui?

Rony responde:

– Te procurando, o que mais seria?

Harry:

– Estudou muito Hermione?

– Claro, estudei bastante. Vamos embora daqui.

Draco Malfoy sai da biblioteca e encontra os três.

– Olha, olha Hermione, você não desgruda do Potter e do Weasley. São realmente melhores amigos! Você não pode estudar em paz que eles vão atrás.

Harry:

– Malfoy, como você é estúpido, qual o problema? Pelo menos temos amigos melhores que os seus, se é que podem ser chamados assim (solta um riso com tom sarcástico).

– Bem que meu pai disse. Você é insolente igualzinho ao seu pai.

– Retire o que disse Malfoy!

Rony se mete na discussão:

– Harry, não vale a pena perder tempo com esse tipo de pessoa. Vamos embora.

Hermione se irrita:

– Podem ir, eu vou ficar.

Muito surpreso Harry diz:

– O que? Você vai ficar?

– Harry, sem perguntas por favor!

Potter e Weasley saem um tanto indignados com a atitude da amiga.

Hermione olha para Draco de um jeito estranho e diz:

– Draco, quero ouvir o que você tem a dizer.

Draco a olha profundamente:

– Sério Hermione? Realmente não sabe? Nunca notou nada? Logo você que é uma das melhores alunas e muito inteligente?

Hermione estava desconfiada há muitos dias, mas não queria aceitar pois achava uma loucura. 

Draco continua:

– Eu tenho um sentimento muito forte por você. Gosto muito de você. Mas nunca fui notado.

– Draco, você está confuso, não é nada disso. Você não pode gostar de mim, não pode.

– Por que não? Qual o problema? Não mandamos no coração.

– Você é da sonserina, é um Malfoy, além do mais não gosta dos meus amigos.

– Nossa Granger, não tenho nenhuma qualidade? Tudo bem que não gosto do Potter e muito menos do Weasley, não posso negar. Mas eu gosto de você! Posso dizer até que a amo.

– Draco, eu não posso mentir. Eu não sinto absolutamente nada por você. Aliás sinto sim.

– O que? O que sente por mim?

– Eu sinto ódio e pena ao mesmo tempo.

– Tudo bem Hermione. Respeito o que sente. Não sou muito bom em demonstrar sentimentos, por isso as pessoas não me entendem, me julgam. Sou da sonserina, sou um Malfoy, mesmo assim tenho um coração, acredite se quiser! Existem sentimentos bons dentro dele. Especialmente o meu por você. Eu não posso apagar isso, não importa se continuarei sofrendo por você, mas saiba que sempre vou te amar. Se não posso ser feliz com o amor, vou ser feliz com o amor que sinto por você e com o ódio que sente por mim. Pelo menos sente alguma coisa. Pelo menos pensa em mim de alguma forma.

original.gif

– Não precisa sofrer por minha causa Draco, é algo desnecessário. Algum dia conhecerá uma pessoa que o ame do jeito que é. Desculpe falar todas essas coisas, mas estou falando a verdade. Preciso ir, até mais!

Draco deixa escapar uma lágrima. Está muito triste porque sabe que não tem e nunca terá o amor de Hermione Granger.

Será que Draco Malfoy está certo?

11 comentários em “Nunca notou Granger?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s