“Autocontrole: Vença os fantasmas da emoção” do autor Augusto Cury

Sinopse

Uma das áreas mais complexas da psicologia é entender que a construção de pensamentos é multifocal, e não unifocal. De acordo com a teoria da Inteligência Multifocal, desenvolvida por Augusto Cury, isso significa que construímos pensamentos e não apenas porque queremos construí-los conscientemente, enfim, pela decisão do eu.

 

Design sem nome.png

É de extrema importância você se autoconhecer, você ter diálogo consigo mesmo. As pessoas estão acostumadas com o diálogo interpessoal, ele é super valorizado. Infelizmente o autodiálogo não é muito usado.

Devemos dialogar com os nossos conflitos, angústias, neuroses. Assim a relação com o nosso Eu se mantém sem futilidades, sem desinteligência e muito menos sem autopunição. Se torna uma relação sadia.

O autodiálogo é muito comum nos surtos psicóticos, talvez por esse motivo, ele sofra preconceito pelas pessoas chamadas de “normais”.

“Loucura é os que se acham normais não conversarem com seus fantasmas mentais. E quem disse que eles não os têm? Você e eu não somos assaltados por golpes de ansiedade, irritabilidade, intolerância de vez em quando? Você não é encarcerado(a), ainda que infrequentemente por alguns tipos de fobia ou ciúme, inveja, compulsão, autopunição, impulsividade, timidez, necessidade neurótica de se preocupar com os outros ou de mudar os outros? Não sofremos por antecipação ou ruminamos mágoas e frustrações?”

Se as pessoas autodialogarem, elas conseguirão nutrir a inteligência socioemocional.

“Estamos diante de uma geração mentalmente agitada, que não tem tempo para brincar, aventurar-se, interiorizar-se, reinventar-se, lidar com perdas e elaborar experiências.”

As escolas estão muito doentes, os alunos sabem resolver questões lógicas, mas não aprendem lidar com a emoção.

O autor Augusto Cury, cita no livro, oito ferramentas para um autodiálogo eficiente.

Quem é o verdadeiro sábio? Enganam-se quem pensa que sabedoria e maturidade, se adquire através de cultura acadêmica, sucesso empresarial e social. Quem é sábio de verdade é aquela pessoa que consegue repensar sobre sua vida, que se questiona, que critica as suas verdades.

“Devemos falar não apenas sobre nossos medos, mas com nossos medos. Criticando-os. Devemos dialogar não apenas sobre os nossos conflitos, mas com os nossos conflitos, mau humor, intolerância, insegurança, reciclando-os.”

As pessoas precisam se humanizar. Com o autodiálogo isso é possível. Pois elas conseguem superar as suas misérias psíquicas. Serem mais humildes e tolerantes.

“A grandeza de um ser humano está na sua capacidade de se fazer pequeno para poder se colocar no lugar dos outros e entender o que está por trás de suas reações…”

O autor dá como um grande exemplo, Jesus Cristo. Ele conseguia manter um autodiálogo mesmo com tantos compromissos e pessoas o seguindo. Jesus gostava muito do isolamento. Ele navegava dentro de si. Quando Jesus dialogava com as pessoas, sempre saiam reflexões profundas vindas de uma mente muito inteligente e livre. Capaz de influenciar milhares de pessoas.

“… Quem é emocionalmente doente tem mais risco de contagiar os outros com sua doença.”

A leitura do livro é bem tranquila, tem um conteúdo excepcional. Sempre me surpreendo quando leio os livros do autor Augusto Cury.

Espero que tenham gostado!

Boa leitura!

 

Anúncios

Um comentário em ““Autocontrole: Vença os fantasmas da emoção” do autor Augusto Cury

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s